Login

Figuras de construção - conceitos

Autor Gedini em 2013-05-15.

Revisando conceitos:

Figuras de linguagem
São recursos usados pelos escritores e poetas, para tornarem mais expressivas suas mensagens. Subdividem-se em figuras de som, figuras de construção (figuras de sintaxe), figuras de pensamento e figuras de palavras.

Figuras de construção:

Ligadas ao campo morfossintático. São representadas:
elipse/ zeugma/ polissíndeto/ assíndeto/ hipérbato/ silepse/ anacoluto/ inversão/ pleonasmo/ anáfora, epístrofe, epizeuxe.

Elipse

Consiste na omissão de um termo ou expressão, normalmente, de fácil identificação:

“Voltando, cumprimentou os parentes, visitou o quarto de hóspedes, saiu e desapareceu.” (omissão do sujeito gramatical ele/ela)

Zeugma

Quando há omissão de um termo que já apareceu antes:

«Amanda gosta de poemas; Marta, de romances» (omissão do verbo 'gostar').

Polissíndeto

Consiste na repetição de síndetos (e ou ou):

«E zumbia, e voava, e voava, e zumbia!» (M.de Assis)

Assíndeto

Diferentemente do polissíndeto, é a omissão de conjunções:

«Olhei, procurei, perguntei, nada achei.»

Hipérbato

É uma inversão. Consiste numa mudança da ordem violenta dos termos na frase, provocando dificuldade de compreensão:

«Chamam-e Fama e Glória soberana, / Nomes com quem se o povo néscio engana!»

Silepse

Consiste na concordância ideológica. Relaciona-se a um termo subtendido. Ocorre silepse de gênero, de número, de pessoa:

  • de gênero:

«Conheci uma criança... mimos e castigos pouco podiam com ele». (A. Garret)

  • de número:

«Que gente será esta? (em si diziam)
Que costumes, que Lei, que Rei teriam?» (L.Camões)

  • de pessoa:

«Nem tudo temos os modernos» (M.de Assis)

Anacoluto

Consiste no rompimento da construção de uma frase, quebrando-a:

«Aquele carro, é o que ele procura»

Inversão ou anástrofe

Consiste na colocação das palavras na frase na ordem inversa:

«De poeta, médico e louco, todos nós somos um pouco.»

Pleonasmo

Ou redundância, consiste numa repetição de um termo para reforçar o que foi dito:

«Morrerás morte vil da mão de um forte.» (Gonçalves Dias)

Anáfora

Consiste na repetição de um termo no início de versos ou frases:

«Olha a voz que me resta
Olha a veia que salta
Olha a gora que falta
Pro desfecho da festa.» (Chico Buarque)

"Vi uma estrela tão alta, / Vi uma estrela tão fria! / Vi uma estrela luzindo, / Na minha vida vazia". (Manoel Bandeira)

Epístrofe ou epífora

É a repetição de um termo no final de cada verso:

«Procuro dizer o que sinto
Sem pensar em que o sinto. » (Fernando Pessoa)

Sínquise

Uma forte inversão sintática que causa ambiguidade:

«Abel matou Caim»

Quiasmo

Figura de linguagem, mais especificamente, uma figura de construção que consiste no cruzamento entre os elementos de dois termos frasais:

«Tinhas a alma de sonhos povoada,
E a alma de sonhos povoada eu tinha.»
(Olavo Bilac)

Anadiplose

Consiste na repetição de um termo no fim e também início de versos ou frases:

«O regador das ilhas que partia,
Partia, alegremente, navegando.
(Luís de Camões)

Epizeuxe

Consiste na repetição de um termo ou grupo de palavras numa sequência imediata:

«Tinha um olhar vago, vago..»