Login
por Gedini em 2013-05-21.

Formação das palavras

Os principais processos de formação das palavras são:
composição e derivação (prefixal e sufixal)

Existem outros processos, tais como neologismos, empréstimos, arcaísmos, que não serão mencionados aqui.

Composição

Criação de uma palavra nova, com significado próprio, resultante da junção de dois radicais ou mais radicais. Pode ocorrer composição por justaposição e por aglutinação.

  • Justaposição Juntam-se duas ou mais palavras primitivas sem alteração de fonemas em nenhuma delas:
    amor-perfeito; arco-íris; arranha-céu; beija-flor; bem-me-quer; otorrinolaringologista; passatempo; pé de moleque; ponto de vista; vaivém; zás-trás etc.

  • Aglutinação
    Junção de dois ou mais elementos, mas um dos radicais sofre alteração:
    aguardente (água + ardente); embora (em + boa + hora); petróleo (pedra + óleo); pernalta (perna + alta); planalto (plano + alto); vinagre (vinho + acre) etc.

Derivação

Criação de uma palavra nova a partir de outra primitiva. Ocorre por vários processos:
- derivação prefixal;
- derivação sufixal;
- derivação prefixal e sufixal,;
- derivação parassintética;
- derivação regressiva (deverbal);
- e derivação imprópria.

  • Prefixal Um prefixo + radical:
    ter -> reter, deter, manter, etc.
    Ver -> antever, prever, rever, etc.
    mãe -> mãezinha, mãezonha.

Mais exemplos:
administrar, antebraço, antítese, descontente, difundir,embrião, euforia, infeliz, infravermelho, paramédico, prefácio, posfácio, prognóstico, hipoglicemia, metáfora, sintaxe, sem-teto, super-homem, ultravioleta etc.

  • Sufixal
    Radical + um sufixo:
    Morte -> mortalha, mortal, mortuário, mortífero etc.
    Feliz -> felicidade, felizmente

Mais exemplos:
amargor, arborizar, bocarra, brasileiro, cheiroso, comissário, curtume, diferença, facada, ferrugem, gotícula, homúnculo, lembrete, livreco*, ordenar, roedor, saltitar, velhte, vergonhoso, vozeirão** etc.

  • Derivação prefixal e sufixal
    Prefixo + radical + sufixo. Se um deles for retirado, não prejudica o sentido:
    infelizmente -> infeliz // felizmente
    configuração -> configura // figuração

  • Derivação parassintética
    Há um radical + prefixo + sufixo, mas se um deles for retirado, prejudica o sentido:
    amanhecer -> amanh (?) ou manhecer (?)
    entardecer -> entard (?) ou tardecer (?)
    enveredar -> envered (?) ou veredar (?)

  • Derivação regressiva
    Geralmente, substantivos derivados de verbos. Há perda de fonemas no final da palavra primitiva:
    comprar -> compra
    estudar -> estudo
    invejar -> inveja
    vender -> venda etc.

Nota:
substantivos deverbais dão origem substantivos abstratos.

  • Derivação imprópria
    Quando uma palavra, sem perder qualquer fonema, passa a outra classe lexical:
    poder (verbo) -> o poder (substantivo)
    seja (verbo) -> seja... seja (conjunção)
    não (negação) -> o não (substantivo)

Ver também Palavra composta (vogais diferentes) – sem hífen

Gostou? compartilhe!

Sobre o artigo

Este conteúdo foi originalmente criado por Gloria Galli, nome de usuário Gedini, em 2013-05-21 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor:

Salvar e enviar para meu e-mail
Votar (1 estrela)
Votar (2 estrelas)
Votar (3 estrelas)

Enviar Você será enviado para criar um 'login' com seu e-mail.