Língua Portuguesa em Uso > Reconhecendo o pronome pessoal oblíquo

Reconhecendo o pronome pessoal oblíquo


Gloria Galli

Categorias: pronomes oblíquos |

Pergunta do usuário:
Em qual alternativa o pronome oblíquo não está empregado de acordo com a norma culta?
A.Entre mim e você,existem assuntos mal resolvidos.
B.Para mim, nada justifica sua atitude violenta.
C.Empresta teu livro de Matemática para mim.
D.Empresta teu livro de Historia para mim ler.

Justificativa:
Na frase há dois verbos: emprestar/ ler. Portanto, há duas orações e, consequentemente, dois sujeitos.
O sujeito da primeira frase (tu); o da segunda (mim). Como mim é um pronome oblíquo e não pode exercer a função de sujeito, temos que substitui-lo por 'eu' (forma do caso reto). Nessa frase, o correto é: para eu ler.

Dica:
Diante de verbo no infinitivo, geralmente, emprega-se o pronome do caso reto.

Ver também Pronomes pessoais do caso reto e caso oblíquo e Substituindo complementos verbais por pronomes

Comentários

artigos mais revisados

Gedini
2013-08-05
Quiasmo

pesquise na base

Participe no LPeU, faça login para receber nossa newsletter ou enviar dúvidas Login via Facebook