Língua Portuguesa em Uso > Gênero sátira menipeia

Gênero sátira menipeia

Gloria Galli


Categorias: sátira | gênero de textos | José Saramago | menipeia | sátira menipeia |

Menipeia é um estilo literário satírico ao modelo das sátiras de Menipo de Gadara, filósofo grego que viveu de 349-250 a.C., autor das sátiras denominadas menipeias. Conforme dicionário Aulete, menipeia é um gênero literário satírico sem intenção moralizante.

fontes consultadas:
http://www.mcnbiografias.com/app-bio/do/show?key=menipo-de-gadara
http://aulete.uol.com.br/menipeia

Sátira menipeia é um gênero cômico sério da antiguidade Clássica. O Memorial do Convento, de José Saramago, é uma obra que se enquadra nesse tipo de gênero, pois, o autor subverte as regras tradicionais das narrativas históricas e mistura história e ficção. Considerada um gênero sátira menipeia, nessa obra, Saramago intersecciona a tensão política e as manifestações satíricas do burlesco, da banalidade social.

O conteúdo histórico da obra inicia-se em torno do casamento de D. João V com D. Maria Ana Josefa, da Áustria, no início do século 18 e termina com a morte de Antônio José da Silva e Baltasar Mateus Sete-Sóis, por ocasião dos «auto-de-fé».

Os relatos históricos prendem-se à verdadeira construção do Convento de Mafra, porém, o autor inclui ingredientes satíricos. A obra resgata a ação popular, normalmente esquecida da história. Diz a crítica literária que Saramago conta o passado com os olhos no presente. A parte ficcional fica mais presa à história de Baltasar e Blimunda – história de amor, que serve de fundo para relatar a vida dos portugueses e questionar sobre os valores criados pelo homem, valores temporais.

Comentários

revisados

Gedini
2013-08-05
Quiasmo

Participe

Faça login para receber nossa newsletter ou enviar dúvidas