LPeU - língua portuguesa em uso Língua Portuguesa em Uso

Criado por Gedini
em 2013-05-16.

Prática de interpretação de textos coesão e coerência

Nesta seção há mais um exercício sobre interpretação de textos, mas, desta vez, com foco em elementos coesivos e a articulação da coerência. Mais informações sobre esses termos encontram-se na seção revisão no final deste artigo.
O texto abaixo é um editorial intitulado Habilitação Médica. É um texto dissertativo argumentativo, porque expressa a opinião de quem escreve. Neste artigo sondamos os procedimentos que o autor usou em relação a coesões e coerências.

Texto para leitura e sondagem:
Habilitação médica
(fonte: http://www.unesp.br/aci/clipping/120508i.php \acesso em 06-07-2009)
...
Na vigorosa entrevista que concedeu à Folha, o médico e pesquisador Ricardo Brentani, um dos mais renomados oncologistas do país, defendeu o fechamento imediato das escolas médicas que forem mal avaliadas no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Seu argumento é o de que o Brasil já conta com um número suficiente de médicos.(...) De fato, o fechamento das escolas com reiterado mau desempenho em exames nacionais seria uma medida saneadora.(...) É urgente criar um exame de habilitação obrigatório para médicos nos moldes daquele que existe para advogados. (...) No interior e nas periferias das metrópoles, muitas vezes são os médicos menos preparados que ministram o primeiro atendimento, o que pode fazer a diferença entre a vida e a morte. Um meio prático de combater essa distorção seria introduzir o exame, que impediria bacharéis sem condições mínimas para clinicar de exercer a medicina. Infelizmente são fortes as resistências à obrigatoriedade do exame. (...) Elas vêm principalmente de proprietários de escolas, mas também de setores do Conselho Federal de Medicina. São essas resistências que, em nome do bem comum e da saúde pública, precisam ser vencidas.

Procedimentos No primeiro parágrafo falou-se sobre: um médico, entrevista, jornal e ENADE (o autor explicou o que significa a sigla) - o autor usou Seu argumento é de que para se referir ao argumento do médico (usou um recurso de coesão, o pronome seu para evitar a repetição da palavra) - isso chama-se 'coesão referencial'. O possessivo 'seu' é para a análise coesiva um dêitico anafórico, isto é, termo que aponta para um termo já mencionado no texto.

Continuando a análise...
Falou em 'fechamento de escolas com reiterado mau desempenho em exames nacionais' ...exames nacionais substituindo 'ENADE', outro recurso coesivo. O termo o exame está em concordância com o um elemento extra-linguístico (OAB) mas, o autor deu uma dica – 'que existe para advogados'. Usou a expressão eles são contratados ...O pronome eles foi usado para não ter que repetir profissionais com deficiência... - - recurso coesivo também. A expressão nos quais a carência de mão de obra.. Esse nos quais substitui os termos hospitais e pronto-socorros - recurso coesivo. (...) o que pode fazer a diferença... sem o o que o autor teria que dizer a ação desses médicos menos preparados... o que iria ficar repetitivo – então, lança mão do recurso!

No parágrafo final, aquele que fecha o assunto, resumindo os argumentos e reafirmando o seu ponto de vista (os parágrafos finais são sempre assim), o autor cita a palavra resistências e mais adiante, para não ter que repeti-la, ele usa o pronome elas (recurso coesivo). Na última frase aparece o pronome adjetivo essas que remete para o termo resistências novamente.

Conclusão:
O autor manteve fielmente dois posicionamentos até o final: escolas médicas com repetidos maus desempenhos e mal avaliadas no ENADE devem ser fechadas e ainda vai um pouco além – argumenta a necessidade de um exame de qualificação dos profissionais. Deduzimos, portanto, que houve coerência no texto.

Revisando conceitos
O discurso é a atividade comunicativa desenvolvida entre os interlocutores e que vai possibilitar o sentido do texto.

Coesão textual é uma articulação gramatical entre os elementos do texto. Esses elementos, bem trabalhados, permitem a retomada de termos já expressos anteriormente ou antecipar a expressão deles, de forma tal, que o texto se torne uma leitura inteligível, agradável, não tenha muitas repetições e tenha referências bem definidas para a sua perfeita compreensão.

Coerência textual é a articulação bem feita entre os elementos do texto e a idéia que o prende, o tema a que se refere. O assunto deve ficar preso em todo o desenvolver do texto, de forma que, permaneça no fio dos enunciados do começo ao fim. Não se pode desmentir um fato (direta ou indiretamente) que foi dito anteriormente. O posicionamento tomado no início do texto, deve ser mantido até a conclusão.

Participar neste artigo Utilize este botão para adicionar seus comentários. Depois de adicionar seu comentário, você será direcionado para criar um login para validar seu comentário.

Este conteúdo foi originalmente criado por Gloria Galli, nome de usuário Gedini, em 2013-05-16 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor:

Salvar e enviar para meu e-mail
Votar (1 estrela)
Votar (2 estrelas)
Votar (3 estrelas)

Enviar Você será enviado para criar um 'login' com seu e-mail.