Língua Portuguesa em Uso > Barroco ou Seiscentismo

Barroco ou Seiscentismo


Gloria Galli

Categorias: períodos literários | Barroco |

Porém, se acaba o Sol, por que nascia?
Se é tão formosa a luz, por que não dura?
(Gregório de Matos)

O Barroco foi o movimento literário que ocorreu de 1601 a 1768. Dessa forma, inicia-se o século XVII em um ambiente contraditório: florescia no ambiente ainda as tendências do Renascimento com suas ideias materialistas, pagãs e sensuais, e iniciava-se um movimento da Igreja Católica pela Contra-reforma. O que surge é uma arte que abandona a harmonia e a disciplina do Classicismo.

O que acontecia na Europa:
O Renascimento foi fruto de vários acontecimentos que mudaram o mundo: a Reforma havia dividido a Igreja entre católicos e protestantes em 1517; a Companhia de Jesus cria campanha de missionários afim de renovar as suas crenças em 1540; em 1563, a Igreja inicia a Contra-Reforma.

Características do Barroco

A arte barroca desenvolveu-se entre o clero e a aristrocracia, por isso sua linguagem elaborada:

[...]
Em o horror desta muda soledade,
Onde voando os ares à porfia,
Apenas solta a luz a aurora fria,
Quando a prende da noite a escuridade: ..
Ah cruel apreensão de uma saudade,
De uma falsa esperança fantasia,
Que faz que de um momento passe ao dia,
E que de um dia passe à eternidade! ..
São da dor os espaços sem medida;
E a medida das horas tão pequena,
Que não sei como a dor é tão crescida!
..
Mas é troca cruel que o fado ordena,
por que a pena me cresça para a vida,
por que a vida me falte para a pena.

Gregório de Matos é representante do Barroco em Portugal e também no Brasil. Segue um poema do autor:

Buscando a Cristo
..
A vós correndo vou, braços sagrados,
Nessa cruz sacrossanta descobertos
Que, para receber-me, estais abertos,
E, por não castigar-me, estais cravados.
..
A vós, divinos olhos, eclipsados
De tanto sangue e lágrimas abertos,
E, Pois, para perdoar-me, estais despertos,
por não condenar-me, estais fechados. ...
A vós, pregados pés, por não deixar-me,
A vós, sangue vertido, para ungir-me,
A vós, cabeça baixa, p'ra chamar-me
...
A vós, lado patente, quero unir-me,
A vós, cravos preciosos, quero atar-me,
Para ficar unido, atado e firme.

O Barroco brasileiro - religiosidade e fé

No Brasil, não havia ainda uma literatura própria; as manifestações sofriam influência dos modelos lusitanos. Porém, despontavam os primeiros escritores brasileiros e, assim, despontava-se igualmente, o sentimento nativista, a valorização da terra natal. Em contraste com o público consumidor do barroco europeu, no Brasil, havia um comércio em torno da exploração da cana-de-açúcar em uma realidade violenta de perseguição ao índio e escravização do negro.

No Brasil, o Barroco tem como marco o poemeto de Bento Teixeira Pinto, em 1601:

PROSOPOPEIA
..
Cantem Poetas o Poder Romano,
Sobmetendo Nações ao jugo duro;
O Mantuano pinte o Rei Troiano,
Descendo à confusão do Reino escuro;
Que eu canto um Albuquerque soberano,
Da Fé, da cara Pátria firme muro,
Cujo valor e ser, que o Ceo lhe inspira,
Pode estancar a Lácia e Grega lira. ..
(Bento Teixeira)

O poeta nasceu em Portugal, mas viveu toda a sua vida no Brasil. Prosopopeia é considerado o mais antigo poema verdadeiramente brasileiro. É um poema escrito no estilo de Os Luzíadas, de Camões, porém, conta a história de Jorge de Albuquerque Coelho, donatário da capitania de Pernambuco, e relata, igualmente, as belezas da região.

O Barroco instala-se no Brasil em moldes diferentes e com muito esforço: em meio à ganância e espírito de aventura. Os escritores tentavam mudar esse comportamento e persuadir as pessoas com princípios de moralidade. Foram fundadas várias academias no país entre 1720 e 1750. A descoberta do ouro deu grande impulso nas artes plásticas.

Ver Antítese Ver também Carpe Diem

Ver próximo período literário O Arcadismo

Comentários

artigos mais revisados

Gedini
2013-08-05
Quiasmo

pesquise na base

Participe no LPeU, faça login para receber nossa newsletter ou enviar dúvidas Login via Facebook