Língua Portuguesa em Uso > Produção de textos - descrição

Produção de textos - descrição

Desde 14-05-2013. Curado por Gedini

Colaboradores

Ainda não existem colaborações neste artigo. Envie sua colaboração pelo nosso chat.

Categorias: textos | textos descritivos | produção textual |

tipo de texto: DESCRIÇÃO

O texto descritivo objetiva-se a descrever as partes e aspectos de um cenário, de uma cena, de um objeto, de uma situação, até mesmo de um sentimento. Dessa forma o enunciador faz com que o leitor ou ouvinte se aproxime o máximo possível daquilo que ele pretende apresentar: personagens, estados, ambientes, paisagens.

As características de um texto descritivo:

Há descrições que são puramente técnicas (científicas) - aquelas que se limitam a mostrar apenas características e funções dos objetos; outras, as que incluem emoções no conteúdo, são as literárias (subjetivas).
Os textos narrativos trazem também partes descritivas, principalmente na apresentação do cenário. Há autores que usam tanto a narração quanto a descrição para compor seus textos - misturam os procedimentos descritivos ao discurso indireto livre, ou seja, ao estado mental dos personagens, o qual ele capta.

Excertos de um trecho descritivo extraído a obra de Euclides da Cunha. Os Sertões:

(..)O Planalto Central do Brasil desce, nos litorais do Sul, em escarpas inteiriças, altas e abruptas. Assoberba os mares; e desata-se em chapadões nivelados pelos visos das cordilheiras marítimas, distendidas do Rio Grande a Minas. Mas ao derivar para as terras setentrionais diminui gradualmente de altitude, ao mesmo tempo que descamba para a costa oriental em andares, ou repetidos socalcos, que o despem da primitiva grandeza afastando-o consideravelmente para o interior. (..)

Euclides da Cunha. Os sertões. (Cap.I. Preliminares.)

No texto acima observa-se:

  • que há concomitância dos acontecimentos;
  • não apresentou nenhuma mudança com o(s) personagem(s);
  • predominam substantivos concretos (planalto/ litorais/ escarpas/ mares/ chapadões/ cordilheiras/ costa/ andares/ socalcos, etc.;
  • predominam verbos de estado (desce (condição geográfica)/ assoberba/ desata-se (configura-se)/ / gotejar (situação/vivência)/ contemplar (modo de ver) etc.

Segue abaixo um trecho ilustrativo de um texto descritivo-narrativo. Embora descritivo, o texto traz uma marca de desejo de mudança que, a qualquer momento, poderá concretizar-se. Além disso, há sequência temporal, ou seja, alguns acontecimentos sucedem-se no tempo, portanto traz marcas tanto das narrativas quanto dos textos descritivos:

"Levantou-se para ir buscar o gamão, que estava no interior da casa. Cosi-me muito à parede, e vi-o passar com as suas calças brancas engomadas, presilhas, rodaque e gravata de mola. Foi dos últimos que usaram presilhas no Rio de Janeiro, e talvez neste mundo. Trazia as calças curtas para que lhe ficassem bem esticadas. A gravata de cetim preto, com um arco de aço por dentro, imobilizava-lhe o pescoço; era então moda. O rodaque de chita, veste caseira e leve, parecia nele uma casaca de cerimônia. Era magro, chupado, com um princípio de calva; teria os seus cinqüenta e cinco anos."

(Machado de Assis.Dom Casmurro. Cap.IV. Um dever amaríssimo)

Ver Produção de textos. apoio. dissertação

Considere outros artigos

Gedini
2013-08-05
Quiasmo

Envie sua dúvida ou entre em contato

Faça login para enviar suas dúvidas de forma pública.

Entre em nosso chat para suporte online.