Língua Portuguesa em Uso > Figuras de linguagem

Figuras de linguagem


Gloria Galli
Contribuições por Gedini, Gedini, Gedini, Gedini,

Categorias: metáfora | figuras de palavras | função poética | funções da linguagem | figuras de linguagem | sinédoque | metonímia | catacrese | antonomásia | sinestesia | diáfora | alegoria | antítese | ironia | eufemismo | hipérbole | prosopopeia | gradação | apóstrofe | lítotes | oxímoro | aliteração | assonância | paranomásia | palíndromo | paradoxo | elipse | trocadilho | zeugma | polissíndeto | assíndeto | silepse | anacoluto | anástrofe | anáfora | epístrofe | sínquise | quiasmo | anadiplose | epizeuxe |

A significação das palavras é assunto bem complexo. As palavras, dependendo da necessidade do seu uso, da sua relação com outras, das associações que podemos lhes atribuir podem, no seu conjunto, tomar significados diversos e, até, sofrer alterações de significado.
Esse fenômeno, quando colocado intencionalmente, é chamado, na língua portuguesa, de figuras de linguagem. Dessa forma, podemos dizer que figuras de linguagem são recursos usados pelos oradores, escritores e poetas para tornarem mais expressivas suas mensagens. As principais figuras de linguagem são: figuras de palavras, figuras de som, figuras de pensamento, figuras de sintaxe (de construção).

Ver também Aspectos semânticos

Comentários

As figuras de palavras correspondem a desvios de significação provocados pelas próprias palavras; as figuras de som, aos efeitos sonoros provocadas pela escolha das palavras nas frases; as figuras de pensamento, ao efeito provocado pelo total das palavras (um efeito desejado/ intencionado) e as figuras de sintaxe (de construção) correspondem ao efeito provocado pelas diferentes colocações das palavras nas frases.

Gedini / 02-06-2015

Figuras de palavras

Sinédoque

Consiste em empregar termos que representam relações entre parte e todo:
classe por alunos;
vela por barcos;
homem por espécie humana etc.

Metáfora

Consiste em empregar um termo com significado diferente do habitual, com base numa relação de semelhança entre o sentido próprio e o sentido figurado.

«(..) martelava na dentadura dura
sob o lustre complacente.»

(C.D.Andrade)

  • O termo 'dentatura dura' é uma metáfora de 'piano'.

Comparação

É a mesma metáfora, porém usando a palavra 'como'.

“Ele ficou como um touro em arena.»

Metonímia

Consiste em dar o significado usando outro termo, mas sempre há semelhança entre eles.

«Nelson, nas horas de folga, lia Camões.» (obra pelo autor)
«Traduziu Dante com a maior facilidade.»
«Já naquele dia o trono estava abalado.» (sinal pelo significado).

Catacrese

Consiste em tomar um termo por empréstimo, na falta de outro um melhor. O termo em uso é logo adotado pelos falantes como se fosse natural.

«O pneu do seu carro está careca
«A cabeça do alfinete.»
«pneuzinhos da cintura.»

Antonomásia ou perífrase

Consiste em substituir um nome por uma expressão facilmente identificável

«O poeta dos escravos era parnasiano?»

outros:
«Cidade luz» por Paris;
«Morada do Sol» por Araraquara etc.

Sinestesia

Quando aparece numa expressão, sensações percebidas por diferentes órgãos do sentido.

«A água que ouviste/ num soneto de Rilke.» (audição) os ínfimos rumores no capim/ o sabor do hortelã (essa alegria) (gosto) a boca fria da moça maruim (tato) na poça/ a hemorragia da manhã (visão)(..)»

(Ferreira Gullar)

Diáfora ou antanáclase

Consiste em embaralhar, no enunciado, o sentido de uma mesma palavra numa espécie de trocadilho afim de conseguir um outro sentido:

«Nesse ponto da nossa discussão, um ponto seria a melhor parte.»

Alegoria

É uma sequência de metáforas para dar mais clareza ao significado desejado:

«O pregar há de ser como quem semeia, e não como quem ladrilha, ou azuleja. Ordenado, mas com as estrelas.[...] Todas as estrelas estão em ordem; mas é ordem que faz influência, não é ordem que faça lavor.»

(Padre Antonio Vieira. Sermão da Sexagésima)

Gedini / 02-06-2015

Figuras de pensamento

Antítese

Consiste na aproximação de termos contrários, isto é, aproximação de palavras que se opõem pelo sentido. Observe abaixo, no excerto de um poema de Ferreira Gullar, a ocorrência de antítese entre os termos 'fala' e 'cala':

"tudo isso em ti / se deposita / e cala.
Até que de repente / um susto / ou uma ventania /
chama esses fósseis à fala."

Ver também Antítese

Ironia

É a figura que apresenta uma expressão de maneira maliciosa, diz uma coisa desejando outra, geralmente um efeito crítico ou de humor:

“Olhai de que esperanças me mantenho
Vede que perigosas seguranças." (Camões)

Eufemismo

Consiste em abrandar a expressão forte ou dolorosa, por meio de uma mais suave:

“Mesmo com conduta não muito aprovável, foi reeleito senador novamente.”

Hipérbole

Consiste em um exagero de uma idéia para dar mais ênfase:

“Morro de vontade de ir à França.” (Tenho muita vontade de ir ..)

Prosopopeia ou personificação

Atribuição a seres inanimados qualidades próprias de seres animados:

“A moça triste que vivia calada sorriu
a rosa triste que vivia fechada se abriu”

A rosa surge com característica de ser animado (triste). (Chico B. Holanda)

Gradação ou clímax

Consiste em apresentar as idéias progressivamente:

“Ele chegou, colocou a mala no sofá, tomou um café, pediu um cigarro e roubou meu coração.”

Apóstrofe

Consiste num vocativo, numa interpelação a alguém. Corresponde à função apelativa da linguagem, pois o emprego de expressões de apelo dirigem-se ao interlocutor:

Deus! ó Deus! Onde estás que não respondes?! (Castro Alves)

"Erguei-vos, menestréis, das púrpuras do leito!
Deixai por um instante as aves nos seus ninhos,
E vinde defender o culto do direito
Que morre assassinado à beira dos caminhos.
(Guerra Junqueiro)

Lítotes

Consiste em afirmar o contrário do que uma suposta pessoa possa acreditar:

«Não, ninguém está afirmando de que você faz tudo errado. Confiamos no seu trabalho!»

Oxímoro

É uma combinação de ideias contraditórias. No exemplo abaixo, o termo futuro está em contraposição com a palavra arcaico:

«Neste país até o futuro é arcaico.»
(José Eduardo Agualusa. Barroco Tropical. _in Fiorin, 2014 p. 60)

Gedini / 02-06-2015

Figuras de som

Aliteração

Consiste na repetição ordenada de mesmos sons consonantais:

“Leve, breve, suave,
um canto de ave (..)”(Fernando Pessoa)

Houve a repetição da consoante fricativa /v/.

Assonância

Consiste na repetição ordenada de sons vocálicos idênticos:

“Leve, breve, suave,
um canto de ave(..)”(idem)

Houve repetição das vogais abertas /e/ e /a/.

Paronomásia

Consiste na aproximação de palavras de sons parecidos, mas com significados independentes.

“Quem parte, reparte, e não fica com a melhor parte,
ou é bobo, ou não entende da arte.” (Provérbio popular)

Palíndromo

Palavra de origem grega. Quando uma palavra ou frase pode ser lida indistintamente: de frente para trás ou de trás para frente:

"arara"

Paradoxo

Consiste em explicar um conceito de forma original, de forma contrária ao senso comum:

"Amor é fogo que arde sem se ver;
[...] É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer" (Camões)

Trocadilho

Consiste em um enunciado humorístico, com criatividade sonora:

«Quem com ferro fere, com ferro será ferido»

Figuras de construção:

Ligadas ao campo morfossintático. São representadas:
elipse/ zeugma/ polissíndeto/ assíndeto/ hipérbato/ silepse/ anacoluto/ inversão/ pleonasmo/ anáfora, epístrofe, epizeuxe.

Elipse

Consiste na omissão de um termo ou expressão, normalmente, de fácil identificação:

“Voltando, cumprimentou os parentes, visitou o quarto de hóspedes, saiu e desapareceu.” (omissão do sujeito gramatical ele/ela)

Zeugma

Quando há omissão de um termo que já apareceu antes:

«Amanda gosta de poemas; Marta, de romances» (omissão do verbo 'gostar').

Polissíndeto

Consiste na repetição de síndetos (e ou ou):

«E zumbia, e voava, e voava, e zumbia!» (M.de Assis)

Assíndeto

Diferentemente do polissíndeto, é a omissão de conjunções:

«Olhei, procurei, perguntei, nada achei.»

Hipérbato

É uma inversão. Consiste numa mudança da ordem violenta dos termos na frase, provocando dificuldade de compreensão:

«Chamam-e Fama e Glória soberana, / Nomes com quem se o povo néscio engana!»

Silepse

Consiste na concordância ideológica. Relaciona-se a um termo subtendido. Ocorre silepse de gênero, de número, de pessoa:

  • de gênero:

«Conheci uma criança... mimos e castigos pouco podiam com ele». (A. Garret)

  • de número:

«Que gente será esta? (em si diziam)
Que costumes, que Lei, que Rei teriam?» (L.Camões)

  • de pessoa:

«Nem tudo temos os modernos» (M.de Assis)

Anacoluto

Consiste no rompimento da construção de uma frase, quebrando-a:

«Aquele carro, é o que ele procura»

Inversão ou anástrofe

Consiste na colocação das palavras na frase na ordem inversa:

«De poeta, médico e louco, todos nós somos um pouco.»

Pleonasmo

Ou redundância, consiste numa repetição de um termo para reforçar o que foi dito:

«Morrerás morte vil da mão de um forte.» (Gonçalves Dias)

Anáfora

Consiste na repetição de um termo no início de versos ou frases:

«Olha a voz que me resta
Olha a veia que salta
Olha a gora que falta
Pro desfecho da festa.» (Chico Buarque)

"Vi uma estrela tão alta, / Vi uma estrela tão fria! / Vi uma estrela luzindo, / Na minha vida vazia". (Manoel Bandeira)

Epístrofe ou epífora

É a repetição de um termo no final de cada verso:

«Procuro dizer o que sinto
Sem pensar em que o sinto. » (Fernando Pessoa)

Sínquise

Uma forte inversão sintática que causa ambiguidade:

«Abel matou Caim»

Quiasmo

Figura de linguagem, mais especificamente, uma figura de construção que consiste no cruzamento entre os elementos de dois termos frasais:

«Tinhas a alma de sonhos povoada,
E a alma de sonhos povoada eu tinha.»
(Olavo Bilac)

Anadiplose

Consiste na repetição de um termo no fim e também início de versos ou frases:

«O regador das ilhas que partia,
Partia, alegremente, navegando.
(Luís de Camões)

Epizeuxe

Consiste na repetição de um termo ou grupo de palavras numa sequência imediata:

«Tinha um olhar vago, vago..»

Gedini / 02-06-2015

artigos mais revisados

Gedini
2013-08-05
Quiasmo

pesquise na base

Participe no LPeU, faça login para receber nossa newsletter ou enviar dúvidas Login via Facebook