LPeU > artigo > Sobre acento agudo das paroxítonas

15-05-2013. Gloria Galli (trabalhos acadêmicos, revisões de textos, TCC e normas ABNT)

Enviar via e-mail

Categorias: acentuação | ditongos | paroxítonas | vogais | semivogais | vogais abertas e fechadas |

Chat Dúvidas ou Sugestões

Faça chat com nossos colaboradores

Pergunta:
Gostaria de receber algumas explicações sobre acento agudo que desaparece nos ditongos abertos das palavras paroxitonas.

Resposta:
Revisando conceitos

Palavra paroxítona

É aquela que tendo duas ou mais sílabas, a mais pronunciada é a penúltima, isto é, a penúltima sílaba é a mais forte.

Vogais e semivogais

Chamam-se vogais: /a/, /e/ e /o/ e semivogais: /i/ e /u/.

Ditongos

Quando há o encontro de uma vogal com uma semivogal ou vice-versa numa mesma sílaba: céu, ben-zoi-co, aza-leia etc.

Vogais abertas e fechadas

As vogais /a/ /é/ /ó/ ao serem pronunciadas, a língua se abaixa. Essas são as vogais de timbre aberto. Para o pronunciamento das vogais de timbre fechado, a língua se eleva: /ê/ /ô/ /i/ /u/.

Os ditongos abertos (éi/ ói/ éu), quando formam a penúltima sílaba de palavras paroxítonas não são mais acentuados: Azaleia, Doroteia, paranoico, retinoico, assembleia, jiboia etc.