Enviar pergunta Login
por TatiKastein em 2013-07-04.

O minotauro - resumo - Monteiro Lobato

Monteiro Lobato escreveu para o público infantil e neste livro, O minotauro, ele relata a história que começou com o casamento de Branca de Neve com o príncipe, mas vários monstros acabaram com a festa e sequestraram Tia Nastácia. Com isso, Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Emília e o Visconde, que conseguiram escapar, partem para a Grécia Antiga em busca da cozinheira.

  • 1º capítulo: Uma aventura puxa outra
    Os heróis do sítio decidem partir rumo à Grécia para salvar Tia Nastácia das garras do Minotauro. Dona Benta começa a contar toda a história da Grécia Antiga.

  • 2º capítulo: Rumo à Grécia
    Antes da viagem, Dona Benta revela um pouco da história do grande Péricles, da beleza olímpica e dos Deuses do Olimpo.

  • 3º capítulo: Desembarque na Grécia de Péricles
    Os personagens chegam na terra de Péricles e começam a ver como tudo era diferente antigamente. As roupas, as comidas e os sapatos. Conhecem Ágora, um lugar para fazer votação e discutir filosofia, e também Fídias, o maior escultor de todos os tempos.

  • 4º capítulo: Em casa de Péricles
    Dona Benta conta para Péricles a aventura vivida no sítio, quando os personagens das fábulas se mudam para lá, e, como uma vidente, começa a contar para Péricles o que irá acontecer no futuro da Grécia.

  • 5º capítulo: Discussão em Atenas
    Dona Benta e Péricles conversam sobre o futuro da Grécia e comentam sobre política e escravidão.

  • 6º capítulo: Fídias Nocaute
    Os personagens do sítio estão conversando com Fídias sobre as coisas do mundo moderno: rádio, cigarro, automóveis etc. Emília fala que quer abrir uma escola para o Gregos, pois acha eles atrasadíssimos.

  • 7º capítulo: Visita às obras do Partenão
    Os personagens do sítio vão juntos com Péricles e Fídias conhecer o Partenão e ficam várias horas conversando sobre a construção e as belas esculturas. Partenão: templo da Deusa Grega Atena. É muito conhecido pelas belas esculturas e ótima arquitetura.

  • 8º capítulo: A estátua de Palas Atenas
    Os personagens visitam dentro do partenão, observando a decoração. Comentam sobre Palas Atenas, a mais rica obra prima da escultura grega. Uma estátua de 12 metros de altura, toda feita de marfim e ouro, os olhos são bem feitos, dando a impressão de um olhar verdadeiro.

  • 9º capítulo: O pó número dois
    Grande parte da população está em volta e admirando o Beija-flor das Ondas, meio de transporte da turma do sítio. Emília, Pedrinho e Visconde aspiram o pó de pirlimpimpim e Dona Benta e Narizinho voltam para a casa de Péricles para o jantar.

  • 10º capítulo: Nos campos de Tessália
    Pedrinho é o primeiro a acordar e depois Emília e Visconde. A primeira coisa que viram foi um carneiro e depois um pastor. Começaram a conversar e perguntaram sobre o Monte Olimpo. Explicaram que estavam procurando Tia Nastácia, mas o pastor não tinha visto ninguém de diferente. O pastor, então, deu comida e lugar para eles dormirem e Pedrinho teve um longo sonho.

  • 11º capítulo: O sonho de Pedrinho
    Pedrinho sonhou que estava sentado em uma pera, olhando os carneiros, e apareceu um velho que dizia ser a história. Contou, entre outras coisas, que ele estava em Tessália, contou sobre as brigas na região, sobre os Deuses Gregos, sobre Hércules, homem mais forte do mundo, e Hidra. Por fim, Pedrinho acordou, viu que tinha sido tudo um sonho e partiu com Emília e Visconde para o Monte Olimpo.

  • 12º capítulo: Marcha para o Olimpo
    Os personagens acordam e parte para o Olimpo. Chegando perto, lembram dos raios de Zeus e se disfarçam de árvores, arbustos. Ficam observando os Deuses, pegam o néctar e a ambrosia, alimentos típicos dos Deuses, e descem correndo para a casa do pastor.

  • 13º capítulo: Em procura de Hércules
    Os personagens chegaram na casa do pastor e avisaram Dona Benta, por meio de rádio, que estava tudo bem com eles. Os três picapaus aspiram o pó de pirlimpimpim e vão para outras montanhas. Lá, encontram a Hidra, monstro de sete cabeças, e depois Hércules chega para matá-la.

  • 14º capítulo: Dona Benta e Sócrates
    Dona Benta está no jantar de Péricles e as mulheres ficam perguntando sobre as roupas e os acessórios que ela e Narizinho vestiam. Lá, Dona Benta conheceu Heródoto, o pai da história, Sócrates, Policleto e Alcebíades. Mais tarde, chega uma carta de Rabicó, contando que está tudo bem com Pedrinho, Emília e Visconde.

  • 15º capítulo: Batatas e Sócrates
    O jantar correu animadíssimo, a conversa girou sobre vários assuntos e por fim chegou na culinária. O assunto provocou uma certa dissertação sobre batatas, sobre infinita possibilidade das coisas do mundo, até na mesa.

  • 16º capítulo: A Hidra de Lerna
    O tremendo combate de Hércules contra a Hidra de Lerna no campo da batalha foi um espetáculo arrepiante.Havia vários cadáveres, alguns podres, outros recentes e por cima o corpo morto da Hidra, ainda com estremecimentos na calda.

  • 17º capítulo: Ninfas, Náiades, Dríades e Sátiros
    No trajeto, descobriram várias Ninfas leves, como almas. Os picapaus ficaram com os olhos parados, vendo o bando de Ninfas e logo depois apareceram os Sátiros, seres masculinos e risonhos, tocando lindas músicas. Dríades são Ninfas das árvores e Náiades são Ninfas das águas.

  • 18º capítulo: Os narizes de Atenas
    A regra em Atenas era ter o nariz bem feito, embora houvesse alguns bem desajeitados, como o de Sócrates.

  • 19º capítulo: Os gregos visitam o iate
    A visita ao iate, Beija-flor das Ondas, foi um sucesso, tudo incompreensível para os gregos, que iam perguntando o que era isto ou o que era aquilo. Dona Benta conclui: " A característica do mundo moderno é o desenvolvimento da máquina até os últimos limites". Para os gregos, era difícil compreender as coisas do mundo moderno, por mais inteligentes que fossem.

  • 20º capítulo: A Esfinge e o Oráculo de Apolo
    Os três picapaus encontraram um homem, que estava indo ao oráculo. Eles vão junto para consultarem sobre Tia Nastácia, mas para entrarem no oráculo tiveram que dar Visconde como brinde, para passarem pela esfinge. Depois da consulta, tinham que resgatar Visconde e então Emília finge um ataque para o guarda, começa a falar na língua do "P" e Visconde escapa. Assim, a turma se prepara para outra pitada de pó de Pirlimpimpim.

  • 21º capítulo: No labirinto de Creta
    Os três picapaus foram despertar na ilha de Creta e viram um longo labirinto. Eles sabiam que quem entrava no labirinto não saia mais. Logo, Emília teve uma ideia de ir desenrolando fios de linha, para conseguirem voltar. Encontram o Minotauro comendo bolinhos e também a tia Nastácia cozinhando. Depois de conversarem fora do labirinto, usaram o pó de pirlimpimpim e foram para o iate.

  • 22º capítulo: Sófocles aparece
    Dona Benta e Narizinho conhecem Sófocles, famoso por suas peças teatrais. Depois de muito conversarem, Dona Benta e todos da casa de Péricles vão ao teatro grego.

  • 23º capítulo: A pantaneia
    Pedrinho, Emília, Visconde e Tia Nastácia chegaram ao Beija-flor das Ondas, comeram e Rabicó contou que todos da cidade estavam na maior festa da cidade, a Pantaneia. Todos estavam assistindo a procissão e Narizinho e Dona Benta desfilando.

  • 24º capítulo: Finis
    Dona Benta apresenta Tia Nastácia para todos na casa de Péricles. Narizinho levou Tia Nastácia para fazer alguns bolinhos para as pessoas da casa e Pedrinho ficou contando sobre as aventuras da viagem. Logo depois, todos se despediram e Dona Benta e sua turma voltaram para o Sítio do Pica Pau Amarelo.

Este conteúdo foi originalmente criado por Tati Kastein, nome de usuário TatiKastein, em 2013-07-04 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor:

Salvar e enviar para meu e-mail
Votar (1 estrela)
Votar (2 estrelas)
Votar (3 estrelas)

Enviar Você será enviado para criar um 'login' com seu e-mail.

Categorias

mitologia | Monteiro Lobato |