Login
por Gedini em 2013-05-14.

Metáfora e poesia

Metáfora é uma figura de linguagem com sentido de comparação ou semelhança, melhor ainda, com sentido de associação. Pode-se dizer que é a alteração do sentido de uma palavra ou de uma expressão, desde que, entre o sentido novo e o verdadeiro da palavra ou expressão, haja um ponto comum. Veja exemplo num trecho de uma poesia de Cassiano Ricardo.

Lua cheia

Boião de leite / que a noite leva / com mãos de treva, /pra não sei quem beber. E que, embora levado / muito devagarinho/vai derramando pingos brancos / pelo caminho.

(Cassiano Ricardo. Poesias completas. Rio de Janeiro, J. Olympio, 1957)

Onde está a metáfora?

  • «Boião» é um recipiente bojudo de boca larga usado para doces, leite, etc. Aqui no texto, ele está significando «lua», por comparação:
    bojudo (= a lua redonda);
  • «de leite» (= lua branca, prateada);
  • «a noite leva/mãos de treva» (= o caminhar dos astros);
  • «vai derramando pingos brancos» (= as estrelas com seus movimentos)

    A comparação não foi apenas de termos, foi além disso, foi também de existência,foi traduzindo o percurso dos astros no espaço.

Compartilhe

Sobre o artigo

Este conteúdo foi originalmente criado por Gloria Galli, nome de usuário Gedini, em 2013-05-14 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor: