Login
por Gedini em 2013-05-22.

O que significam verbos VTD e VTDI

Transitividade

Há discussão entre os linguistas em torno do termo 'transitividade'. Esse processo ocorre não apenas a verbos, como também a outras classes gramaticais como substantivos, adjetivos, etc. Neste artigo, vamos tratar esse assunto com referência a verbos e, por ora, sem entrar em detalhes sobre os traços verdadeiros que caracterizam o termo 'transitividade'.

VTD, VTI

A gramática tradicional trata como verbo transitivo aquele que afeta o seu complemento:
(1) Pedro contou todas as moedas do cofrinho.
(2) Maira cortou o bolo de aniversário.

Verifica-se que em (1), de alguma forma o objeto (moedas) foi afetado pela ação do sujeito (Pedro), tanto quanto em (2), o objeto (bolo) foi afetado pela ação cometida pelo sujeito (Maira).

Compreende-se, portanto, que tanto em (1) quanto em (2) houve uma transitividade por conta do verbo: os dois polos (sujeito e objeto) foram conectados, e a ação verbal de alguma forma atingiu o núcleo do complemento, ou seja, o objeto.
Em (1) entre o sujeito (Pedro) e o objeto do complemento, isto é, o núcleo do complemento (moedas) não havia nenhum termo; neste caso, diz-se, então, que o verbo é transitivo direto (VTD ), e o núcleo do complemento exigido pelo verbo será o objeto direto.

Mas, se entre o sujeito e o objeto existir um elemento (preposição), o verbo será transitivo indireto (VTI) - a transitividade será indireta (a preposição impediu a livre transitação do sujeito para o objeto) e o núcleo do complemento exigido pelo verbo será o objeto indireto:
(3)Pedro precisa de descanso.
(4)O doente necessita de medicamentos.

OD e OI

Conclui-se: o complemento de um verbo transitivo direto (VTD) é o objeto direto (OD) e o complemento de um verbo transitivo indireto (VTI) é o objeto indireto (OI).
«O menino gosta de sorvetes.» (grifo é objeto indireto).
«O menino pulou o muro. (grifo objeto direto)

VTDI

Há verbos que necessitam de dois complementos para que a frase tenha sentido - são os verbos bitransitivos, isto é, são transitivos diretos e indiretos ao mesmo tempo. Dessa forma, eles precisam, para completar-lhes o sentido, de um objeto direto (OD) e um indireto (OI). Exemplos: verbos dar, emprestar, oferecer, pagar, entre outros:
(5) Dei-lhe dois livros e uma apostila
(6) Ofereci-lhe minha ajuda e ela recusou

Em (5), 'lhe' (a ela/a ele) corresponde ao objeto indireto e 'livros e apostila', objeto direto. Em (6), da mesma forma, 'lhe' (a ela) é o objeto indireto e 'ajuda', o objeto direto.

Veja também o artigo O que significa verbos intransitivos

Gostou? compartilhe!

Sobre o artigo

Este conteúdo foi originalmente criado por Gloria Galli, nome de usuário Gedini, em 2013-05-22 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor:

Salvar e enviar para meu e-mail
Votar (1 estrela)
Votar (2 estrelas)
Votar (3 estrelas)

Enviar Você será enviado para criar um 'login' com seu e-mail.