Língua Portuguesa em Uso > Antítese

Antítese


Gloria Galli

Categorias: antítese | figuras de pensamento | figuras de linguagem |

É uma figura de linguagem, mais especificamente, uma figura de pensamento. Consiste na aproximação de termos que se opõem pelo sentido - contrapõem-se palavras de significação oposta, uma contradição, que muitas vezes somente é vista pelo contexto. Nos excertos que se seguem, parte do soneto Ismália, de Alphonsus de Guimaraes, ocorre antítese:

“E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...”

(In: Obra completa. Rio de Janeiro: Aguilar, 1960, p. 467)

Fiorin (2014) trata a antítese como figura de acumulação, pois representa um acúmulo de significados que explicam as oposições que constituem a construção dos sentidos. Cita, entre outros exemplos:

"Quereres. Caetano Veloso.":

... Onde queres do ato, eu sou o espírito
E onde queres ternura, eu sou tesão
Onde queres o livre, decassílabo
E onde queres o anjo, sou mulher ...»

"Certas coisas. Lulu Santos e Nelson Motta.":

«... Não haveria luz
Se não houvesse a escuridão
A vida é mesmo assim,
Dia e noite, não e sim.»

«Sermão de São Roque. Pde Antonio Vieira.»:

«... Porque entre os servos de Deus há esta diferença: uns são servos de Deus porque servem a Deus; outros são servos de Deus porque Deus se serve deles. Os que são servos de Deus porque servem a Deus, necessariamente hão de ser bons; os que são servos de Deus porque Deus se serve deles, bem podem ser maus.[...]»

(In: FIORIN, J.L. Figuras de retórica. Editora Contexto:São Paulo. 2014)

Completamos este artigo com mais dois conceitos de antítese formulados por fontes importantes e, no final, comparamos por que este termo é também usado como sinônimo de parágrafo de desenvolvimento de textos argumentativos dissertativos.

Antítese é um modo de expressão, que consiste em opor no mesmo enunciado duas palavras, ou grupos de palavras, de sentido oposto. Por ex.: Et monté sur le faîte, il aspire à descendre (CORNEILLE, Cinna) [“E, atingido o apogeu, seu desejo é descer”]. Há antítese entre monté e descendre e atingir o apogeu e descer. A antítese é frequente na forma adversativa: uma negação à qual se opõe uma afirmação, ou vice-versa."

(Fonte: DUBOIS, Jean et al. Trad. Izidoro Blikstein. Dicionário de linguística. São Paulo: Editora Cultrix. 2006. p.56.)

"É a relação entre duas unidades de significado – palavras, sintagmas ou enunciados – que expressam conteúdos opostos:
• “Até agora, estou entre o elogio, que me desvanece, e a restrição, que me deprime.”[RODRIGUES, 1996:219]
• “O primeiro efeito dessa lei antifumo, radical e cheia de furos, não foi apagar os cigarros, mas acender uma grande polêmica.”[VENTURA,1999:30]

Por meio de antítese se realiza uma contraposição simétrica de palavras ou expressões de significação oposta, para dar relevo a uma noção de contrariedade que se manifesta no espírito do enunciador. O seu efeito de sentido advêm da tensão latente entre as forças opostas dos campos semânticos envolvidos no processo antitético. Essa noção de oposição muitas vezes só pode ser apreendida a partir de um determinado contexto, e sua compreensão depende muitas vezes do conhecimento enciclopédico do receptor ou da situação comunicativa em que ela se manifesta.

(Fonte: AZEREDO, J.C. de. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. São Paulo: Publifolha, 2012. p.497)

A palavra antítese é também usada como sinônimo de parágrafos de desenvolvimento nos textos dissertativos argumentativos. Essa relação se dá por conta de que nesses parágrafos muitas vezes são usadas teorias até contraditórias para firmar o ponto de vista do autor.

Ver artigo sobre Figuras de Linguagem
Ver também Figuras de pensamento - conceitos

Comentários

artigos mais revisados

Gedini
2013-08-05
Quiasmo

pesquise na base

Participe no LPeU, faça login para receber nossa newsletter ou enviar dúvidas Login via Facebook