Enviar pergunta Login

Como saber se nasal, ditongo, vogal tônica, átona, e qual a relação com o diminutivo?

por Gedini em 2013-05-16.

De início, é importante que saibamos conceituar as expressões em questão.

Sons nasais

É importante saber que 'som' não pode ser confundido com 'letra'. Por exemplo: a letra 'm' tem um som 'nasal'. Diz-se 'nasal' porque o ar ressoa nas fossas nasais ao ser produzido. Há cinco vogais nasais: (ã, e~, i~, õ, u~). Todos os sons grafados abaixo são sons nasais:

clã, quente, Campinas, canhões, monge, onde, untar, juntar etc.

Ditongos

Ditongo é o encontro de duas vogais, ou melhor, de uma vogal e uma semivogal ou vice-versa, numa mesma sílaba. Semivogal é uma vogal com som fraco: vai (o 'a' é uma vogal e o 'i' é uma semi-vogal.

Outros:

céu (oral), anzóis (oral), anões (nasal), também (e~in = nasal)

Vogal tônica e vogal átona

A vogal tônica é bem pronunciada. Exemplo: faca - a primeira vogal é bem pronunciada, isto é, ela é longa; a segunda é fraca, levemente pronunciada. A primeira é vogal tônica; a segunda é átona.

A partir desse conceito, pode-se compreender o que seja sílaba átona e sílaba tônica. Exemplos:

  • bolero (a 2ª sílaba é a tônica (= lé))
  • canção (a última sílaba é a tônica)
  • nel (a 1ª sílaba é a tônica); urubu (termina em vogal tônica, sílaba tônica)
  • ca (termina em vogal tônica, sílaba tônica)
  • manga (primeira tônica, termina em sílaba átona)
  • leite (primeira tônica, termina em sílaba átona)
  • caminho (segunda tônica, termina em átona).

Sobre diminutivos

Os diminutivos em língua portuguesa, na maior parte, são feitos com os sufixos -inho ou -zinho. São os chamados diminutivos na forma sintética. Mas nem todas as palavras aceitam esses sufixos. Imagine, se coloco esse sufixo na palavra cozinha - cozinhazinha? - coziinha? Soa mal. Talvez por isso nem todas as palavras admitem o diminutivo na forma sintética. Nesse caso, usamos a forma analítica, ou seja, quando um usamos um adjetivo para auxiliar a construção - 'cozinha grande', 'cozinha enorme', etc.

Portanto, quando o som não corresponde ao ideal estabelecido pelo nosso padrão auditivo, formamos o diminutivo com o auxílio de outras palavras:

cozinha - cozinha grande/enorme  // pátio - pátio enorme/grande/gigantesco

Ver também Sufixos diminutivos -inho e -zinho

Este conteúdo foi originalmente criado por Gloria Galli, nome de usuário Gedini, em 2013-05-16 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor:

Salvar e enviar para meu e-mail
Votar (1 estrela)
Votar (2 estrelas)
Votar (3 estrelas)

Enviar Você será enviado para criar um 'login' com seu e-mail.

Categorias

vogais | vogal átona | vogal tônica | ditongos | perguntas e respostas |