Login
por Gedini em 2013-05-20.

A questão dos diminutivos

As palavras que terminam com as sílabas 'ça', 'ço', 'çu', quando passam para a forma diminutiva, têm a consoante 'ç' trocada pela consoante 'c' quando esse diminutivo for constituído pelo sufixo '-inho' (por questão fonética), pois antes das vogal 'i', passam a ter sons iguais:

preço – precinho // moço – mocinho // caça – cacinha // almoço - almocinho

Convém lembrar que palavras com maior número de sílabas, mesmo terminadas em vogal átona, normalmente fazem o diminutivo em '-zinho':

árvore – arvorezinha

Mira Matheus, em Gramática da Língua Portuguesa (2003:p. 960) cita a possibilidade de serem concorrentes as formas '-inho' e '-zinho'. No entanto, diz que o uso preferencial parece ser sensível a dois fatores (palavras da autora): "o número de sílabas da forma de base e o universo semântico a que essas formas pertencem". Assim sendo, temos que é preferível:

percurso – percursozinho // árvore – arvorezinha etc

As palavras terminadas em sílaba tônica, ditongos nasais, vogal tônica, já é sabido que formam o diminutivo em '-zinho':

anel - anelzinho // animal = animalzinho // funil = funilzinho // cão = cãozinho etc.

O plural dos nomes em '-zinho'.

Ainda, aqui, Bechara nos diz: põe-se no plural os dois elementos e suprime-se o 's' do substantivo:

cão/cães – cãezinhos (ção + zinho) // pão/pães – pãezinhos // animal/animais - animaizinhos // anão/anões – anõezinhos etc.

Palavras terminadas em 's' ou 'z', o emprego normal é '-inho':

burguês - burguesinho // lapis – lapisinho // cartaz – cartazinho // rapaz – rapazinho

No entanto, a questão do emprego dos sufixos diminutivos, que são muitos (não existem apenas '-inho' e '-zinho'), observamos o que diz Evanildo Bechara – Moderna Gramática Portuguesa.Editora Lucerna.(1999, p. 127):

a) terminando em vogal átona ou consoante (exceto -s e -z) é indiferente a escolha do sufixo '-inho' ou '-zinho':

corpo – corpinho/corpozinho // flor – florinha/florzinha // mulher – mulherinha// mulherzinha

b) terminando em vogal nasal, vogal tônica ou ditongo, o emprego é '-zinho' '-zito' etc.:

boné – bonezinho // siri – sirizinho // cão -cãozinho etc.

Ver também Aumentativos e diminutivos

Gostou? compartilhe!

Sobre o artigo

Este conteúdo foi originalmente criado por Gloria Galli, nome de usuário Gedini, em 2013-05-20 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor:

Salvar e enviar para meu e-mail
Votar (1 estrela)
Votar (2 estrelas)
Votar (3 estrelas)

Enviar Você será enviado para criar um 'login' com seu e-mail.