Língua Portuguesa em Uso > Adjunto Adnominal

Adjunto Adnominal

Desde 22-05-2013. Curado por Gedini

Colaboradores

Ainda não existem colaborações neste artigo. Envie sua colaboração pelo nosso chat.

Categorias: adjunto adnominal | função sintática |

Revisando conceitos O adjunto adnominal (A. Adn) pode ser representado por palavras ou locuções de valor adjetivo que acompanhem um núcleo substantivo em qualquer função sintática. (conf. Gama Kury (1985)).

As classes gramaticais que funcionam como A. Adn são: artigos, pronomes adjetivos, adjetivos, locução ou expressão adjetiva, numeral.
Exemplos:
O lápis é do meu amigo. (artigo definido) (pronome adjetivo)
Paulo é um garoto inteligente. (artigo indefinido) (adjetivo)
A professora defendeu os direitos dos alunos e também dos professores. (locução adjetiva)
Ela providenciou um prêmio justo. (artigo)
Tinha olhos azuis, pele aveludada e cabelos escuros. (adjetivo)

nota:
(Todas as palavras grifadas são Adjuntos Adnominais e estão representados pelas classes gramaticais indicadas dentro dos parênteses.)

O Adjunto Adnominal

1.Liga-se a 'substantivos concretos' de raiz não-verbal, indicando espécie, origem, qualidade, matéria, delimitação (com função adjetiva):

folha de coqueiro (espécie)  
doce de leite (origem)  
homem de coragem (qualidade)  
espeto de pau (matéria)  
café da manhã (delimitação)  
animais do mar (marinhos)  
cor do céu (celeste)
  1. Liga-se a 'substantivos abstratos' e estabelece relação de subjetividade, ou seja, com função de sujeito. Indica o agente da ação expressa pelo nome. Pode também ser o sujeito do processo ou do estado:

    A chegada do presidente (ação) (= O presidente chega)
    Corrida de javalis (ação) (= Os javalis correm)
    A queda da bolsa (processo) (= A bolsa caiu)
    O orgulho dos infelizes (estado) (= Os infelizes são orgulhosos)
    A impaciência dos apressados (estado) (= Os apressados são impacientes)

  2. Quando a expressão DE+N0ME que gravita o substantivo núcleo puder ser trocada por um cognato adjetivo do nome - será sempre A. Adn. Exemplos:

    Correntes do mar (= marítimas) Luzes cor de ouro (= áureas)
    Cantigas de Natal (= cantigas natalinas)

  3. Ampliando o item 3, pode-se dizer que o Ad Adn caracteriza-se como agente em relação ao substantivo núcleo. Exemplos:

    A chegada do frio. (= O frio chegou)
    Foi notável a velocidade dos atletas. (= Os atletas são velozes)

Ver também Complemento nominal e Adjunto adnominal

Considere outros artigos

Gedini
2013-08-05
Quiasmo

Envie sua dúvida ou entre em contato

Faça login para enviar suas dúvidas de forma pública.

Entre em nosso chat para suporte online.