Login
por Gedini em 2013-05-19.

Ditongos crescentes e decrescentes

Recordando:
Ditongo é o encontro vocálico, numa única sílaba, de uma semivogal + vogal (ditongo crescente) ou vogal + semivogal (ditongo decrescente).

Ao estudar os ditongos, consideramos:
vogais: os sons /a/, /e/, /o/ semivogais: os sons: /i/ /u/, representando semitons.

Assim, os encontros vocálicos formados por semivogal + vogal constituem os ditongos crescentes (ia, ua, etc); os constituídos por vogal + semivogal são os decrescentes: (ai, ei etc).

  • Ditongos crescentes

Orais:
á-gua, a-qua-re-la, au-sên-cia, fér-reo, gê-nio, his-tó-ria, Lú-cia, sé-rie etc.

Nasais:
quanto, fre-quên-cia, pin-guim etc.

  • Ditongos decrescentes

Orais:
auto, cai-xa, fa-lei, fei-xe, fugiu, lei, oito, pai-xão, pas-téis, per-deu, sal-mou-ra, seu, vai, vai-da-de etc.

Nasais:
cãi-bra, cem, mui-to, fa-lam etc.

Ver também Som nasal, ditongo, vogal tônica e átona

A palavra soalheira pode ser separada assim: so/a/lhei/ra. Portanto, há um hiato: a; e um ditongo oral decrescente: ei.

Por Gedini em 2014-10-23

a palavra soalheira contem quantos hiatos e quantos ditongos oral decrescente

Por alice em 2014-06-30

Compartilhe

Sobre o artigo

Este conteúdo foi originalmente criado por Gloria Galli, nome de usuário Gedini, em 2013-05-19 e está disponível com a licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Outros autores também podem colaborar com este artigo.

Você poderá referenciar este artigo com o uso do link abaixo e incluir nota com o nome do autor: